Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Inicio quente em terras frias!!





Na sexta-feira (dia 11/08) aconteceu a estreia da Lancer Cup na VORC. 27 pilotos alinharam para a largada na primeira bateria, que foi puxada por Thiago Procopio, da Frozen Racing Team, que marcou 58.800, colocando mais de 0.200s no segundo colocado (Rodrigo Zanga).

CLASSIFICAÇÃO
Thiago Procópio fez o melhor tempo conseguindo desbancar Rodrigo Zanga, Leandro Werle fez o terceiro melhor tempo, conseguindo ficar a frente de Ernesto Brock em uma disputa de Frozen e Paraguay Racing AV nas primeiras posições.


BATERIA 1
Na largada, ou pouco antes dela, um pequeno “bug” gráfico (que na terceira luz vermelha acendia as luzes verdes junto) fez com que Zanga queimasse a largada e perdesse a chance de disputar a vitória, tendo que pagar punição pela  queima. Isso fez o piloto caísse para o pelotão intermediário, podendo disputar apenas a chance da pole na segunda bateria. Um acidente causado por um bug de Enzo Sofiato (que ficou preso na grama) tirou outros dois pilotos da bateria.  A bateria teve um domínio devastador da dupla da Frozen, tendo Procópio e Leandro Werle comandando o ritmo e andando forte a bateria toda. 

Diversas disputas em todo o grid, mas nenhuma teve tanto fervor e tanta duração quanto a briga pela terceira posição, envolvendo 3 carros (Neto Silva, Ernesto Brock e Alexandre Oliveira), que perduraram em disputa até os 6min finais, quando por erros de corte de pista o piloto da BSP Racing teve que pagar um Drive Through e perdeu a chance da disputa pelo pódio, quando era quinto. Os dois pilotos da Paraguay Racing AV continuaram na disputa, consagrando Alexandre na terceira e restando à Neto a oitava posição, que lhe dava o direito de largar na frente para a bateria 2. Destaque positivo para Endrigo de Castro e Vinicius Loyola, que saíram do fundo do grid e ganharam 16 e 13 posições na corrida, respectivamente, ocupando a sexta fila do grid para a bateria 2.



BATERIA 2

Para a segunda bateria, Zanga que repetiria a posição de largada, não se deixou enganar pelo mesmo erro, largou bem, manteve grande pressão sobre Neto e assumiu a primeira posição ainda na primeira volta, para não perder mais. Neto se envolveu num acidente com um retardatário e caiu no limbo da desconcentração, recebendo três Drives Through por cut. Alexandre e Brock fazem grande corrida e fecham a trinca da Paraguay no pódio da bateria 2. A Frozen foi representada por Leandro, que fechou em quarto. Diego Said faz corrida memorável e chega na sexta posição, com nada mais nada menos que vinte e duas posições ganhas. 


PROTESTOS
Bateria 1
Administração > Enzo Sofiato, O Piloto ficará sem qualifing na proxima etapa em virtude de assumir o risco de participar da etapa mesmo com um problema tecnico, porém o agravante foi a continuidade em pista mesmo sem condições de voltar a corrida, o que acabou ocasionando um acidente retirando outro piloto da prova.

Glauber Belo > Henrique Salgueiro, Henrique inocentado por 2x1 ja junta de analise
Glauber Belo > Thalisson Santos, Thalisson em toque acaba ocasionando o abandono do piloto, acrescimo de 25s ao tempo final de corrida e fica sob obervação.

Bateria 2
Glauber Belo > Enzo Sofiato, Enzo punido em 13s por rodar o piloto.

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS
Alexandre Oliveira já começa bem o campeonato saindo como lider da temporada com 52 pontos, um a mais que Leandro Werle agora segundo colocado no campeonato.
Rodrigo Zanga aparece na terceira colocação, em um campeonato que está bem embolado neste inicio de temporada.


CLASSIFICAÇÃO DE EQUIPES
A Paraguay Racing AV 2 sai como lider com 101 pontos, contra 90 da Frozen Racing Team. A Paraguay Racing AV aparece na terceira colocação a frente de Gamma-X Racing em quarto lugar no campeonato.


PRÓXIMA ETAPA
A próxima etapa acontecerá em Iowa no curto oval americano em uma novidade para muito dos pilotos da temporada.

VT DA ETAPA

Nenhum comentário:

Postar um comentário